O manifesto da nuvem


Cheiro de livro, de tinta, de mar. Cheiro de dama-da-noite, de bolo no forno, de casa de vó.

Em um desses dias que não sabemos ao certo se o papo acaba em riso ou choro, inquietos e em silêncio, buscávamos uma resposta: o que anda acontecendo com nossas… coisas?

O livro que folheávamos, o disco que tocávamos, a foto que rasgávamos foram parar num lugar que, por falta de nome mais familiar, passamos a chamar de “nuvem”. Um espaço ainda obscuro para onde nossas lembranças visuais, táteis, olfativas e sonoras são enviadas segundo após segundo, ao mesmo tempo em que nos acompanham em qualquer lugar e a todo instante.

Como membros dessa geração conectada e acelerada, não desprezamos as incríveis possibilidades desse fenômeno tecno-meteorológico. Queremos menos ainda abrir mão desse enorme Cumulus nimbus de informação, sempre ao alcance de um toque, na velocidade de um milissegundo.

Mas parece que, às vezes, falta. Falta a textura do papel, o peso do álbum no colo, a poeira sobre a estante de livros. Falta lembrar que somente quando a nuvem vira água é que sentimos o cheiro de chuva. Nós, do Imagens de Papel, não temos propriamente uma missão, nós temos um convite:

Façamos a nuvem chover!

Porquê

 

O ateliê de impressão Imagens de Papel é fruto das nossas inquietações a respeito dos novos caminhos que a fotografia digital tem tomado. Afinal de contas, para onde vai esse turbilhão de imagens que produzimos diariamente? O que é essa nuvem que paira sobre nós? Será que não precisamos trazer para nossas mãos essa informação luminosa que está na tela do computador e do celular?

Foi pensando nisso, e na tentativa de democratizarmos o acesso ao público geral, que montamos nosso espaço. Acreditamos que a relação direta e a participação do criador da imagem em todo processo é condição indispensável para a qualidade final do trabalho. Assim, a relação passa a ser de certa forma artesanal, resgatando a idéia de que o trabalho humano, mental e manual deve estar sempre a frente das inovações da máquina.

Tragam suas imagens! Venham bater um papo sobre as suas idéias e tomar um cafezinho com a gente. Temos certeza que você, assim como nós, vai adorar sentir o cheiro dessa chuva!

Possibilidades

Todos sabemos que os avanços tecnológicos na área das imagens tem atingido limites pouco imagináveis. Isso faz com que as possibilidades criativas sejam praticamente infinitas, tanto com relação às impressões quanto ao suporte de montagem. Por isso pensamos em um fluxo completo de trabalho para que você tenha em mãos as ferramentas mais adequadas às suas necessidades estéticas.

Nossa sala foi montada com carinho e atenção para que o trabalho com os artistas possa ser o mais confortável e agradável possível. E para ajudar a gente nessa, contamos com a última geração de impressoras da Epson com 110 cm de boca e 11 cartuchos de cor. Além dos já tão sabidos CMYK (cian, magenta, amarelo e preto) a novidade são as cores Laranja e Verde que ajudam a chegar naquele tom que a gente queria mas antes não conseguia. Para somar na empreitada, trabalhamos com  papéis de algodão e outras fibras naturais de alta qualidade que fazem com que as impressões além de lindas sejam extremamente duráveis.


Lembrem-se: todos somos artistas porque a arte deve ser democrática!